Thiago mU

Thiago mU

Thiago é jornalista, locutor e produtor à frente de empresas como o Studio Mu e dos Canais AudioProdutor e GospelBeats

Facebook
Email
Twitter
Pinterest
WhatsApp
Telegram

Presidente da República disse em coletiva após saída de Sergio Moro (Justiça e Segurança Pública) que troca na PF não seria interferência política

Após o pronunciamento do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) na tarde desta sexta-feira (24), o governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel (PSC), ainda questionou o motivo de o mandatário “querer um diretor da Polícia Federal com quem possa integarir”.

“Após assistir ao pronunciamento do presidente Jair Bolsonaro, permanece a dúvida dos brasileiros: por que o presidente quer um diretor da Polícia Federal com quem possa interagir?

Mais cedo, durante coletiva de imprensa para anunciar a própria demissão, o ex-ministro da Justiça e Segurança Pública Sergio Moro disse que o grande problema é que “haveria uma violação à promessa que me foi feita, de ter carta branca, não haveria causa e estaria havendo interferência política na Polícia Federal”.

A saída de Moro ocorre após Bolsonaro exonerar o chefe da Polícia Federal, Maurício Valeixo, braço-direito e homem de confiança do ex-juiz da Lava Jato.

Bolsonaro argumentou que a mudança no comando da PF não teria interferência política, disse que nunca pediu para Moro “o andamento de qualquer processo” e que a “inteligência com ele perdeu espaço na Justiça”. ​”Nunca pedi para ele que a PF me blindasse onde quer que fosse”, defendeu.

Open chat
1
Olá!
Posso te ajudar?