Thiago mU

Thiago mU

Thiago é jornalista, locutor e produtor à frente de empresas como o Studio Mu e dos Canais AudioProdutor e GospelBeats

Share on facebook
Facebook
Share on email
Email
Share on twitter
Twitter
Share on pinterest
Pinterest
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on telegram
Telegram

Sindicato de hotéis do Rio calcula demissão de 20% dos funcionários por fechamento temporário

Segundo presidente do Hotéis Rio, 5 mil empregos estão ameaçados. Estabelecimentos tiveram perdas após início da pandemia da Covid-19.

Hotel LSH, na Barra da Tijuca — Foto: Marcos Serra Lima/G1 Rio

Hotel LSH, na Barra da Tijuca — Foto: Marcos Serra Lima/G1 Rio

Com o anúncio do fechamento temporário de cerca de 60 hotéis só no município do Rio, 5 mil empregos estão ameaçados. Segundo Alfredo Lopes, presidente do Sindicato dos Meios de Hospedagens, o Hotéis Rio, a projeção é de demissão de 20% dos funcionários.

“Pelo menos 5 mil empregos formais na hotelaria estão ameaçados. Nesse cenário, estimamos que cerca de 20% desses colaboradores sejam demitidos”, relatou.

Entre os hotéis que vão fechar temporariamente para evitar prejuízos, segundo levantamento do sindicato Hotéis Rio, estão o Fasano, Mercury, alguns da rede Windsor e o Sheraton. Hotéis da rede Íbis também anunciaram a suspensão das atividades.

Desde a instituição do isolamento da cidade no dia 21 de março, para o combate ao novo coronavírus, o número de hóspedes foi drasticamente reduzido.

O setor viu o número de turistas diminuir com a suspensão de voos e ônibus vindos de outros estados.

Sheraton Rio Hotel & Resort — Foto: Marcos Serra Lima/G1 Rio

Sheraton Rio Hotel & Resort — Foto: Marcos Serra Lima/G1 Rio

Open chat
1
Olá!
Posso te ajudar?