Thiago mU

Thiago mU

Thiago é jornalista, locutor e produtor à frente de empresas como o Studio Mu e dos Canais AudioProdutor e GospelBeats

Share on facebook
Facebook
Share on email
Email
Share on twitter
Twitter
Share on pinterest
Pinterest
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on telegram
Telegram

Projeto em Nova Friburgo, RJ, distribui máscaras de tecido gratuitas para a população

Iniciativa, que une empresários do polo têxtil e de moda íntima da cidade, já distribuiu mais de 40 mil peças e conta com o apoio da Cruz Vermelha.

Projeto em Nova Friburgo, RJ, distribui máscaras de tecidos para população se proteger contra o coronavírus — Foto: Ádison Ramos/Inter TV RJ

Projeto em Nova Friburgo, RJ, distribui máscaras de tecidos para população se proteger contra o coronavírus — Foto: Ádison Ramos/Inter TV RJ

Empresários do polo têxtil e de moda íntima de Nova Friburgo, na Região Serrana do Rio, estão se unindo para fabricar máscaras de tecido para proteger a população contra o coronavírus. Até agora, mais de 40 mil peças já foram doadas, com o apoio da Cruz Vermelha do município.

As máscaras são produzidas com sobras de tecidos não utilizadas na produção de moda íntima.

De acordo com o empresário e um dos idealizadores do projeto, André Montechiari, a ideia surgiu ao perceber a falta do produto no mercado.

“Já no início da quarentena, notamos que as máscaras já estavam em falta nas farmácias e tínhamos tecidos sobrando no estoque. Foi aí que resolvemos produzir as peças. Somos um grande polo têxtil e de moda íntima e a ideia com esse projeto é fazer com que nos tornemos um polo produtor de máscaras nesse período de necessidade”, afirma André.

Projeto também distribui kits com moldes e materiais para população fazer máscaras de tecido em Nova Friburgo, no RJ — Foto: Ádison Ramos/Inter TV RJ

Projeto também distribui kits com moldes e materiais para população fazer máscaras de tecido em Nova Friburgo, no RJ — Foto: Ádison Ramos/Inter TV RJ

Com a ordem de paralisação de indústrias e confecções visando o isolamento social, foi preciso criar uma alternativa para a produção das máscaras.

“Encontramos inicialmente uma dificuldade de produzir as máscaras com o fechamento das confecções, mas levamos a produção para as casas através das faccionistas caseiras”, diz o empresário.

A partir dessa ideia surgiu um novo projeto dentro do projeto inicial. Um kit para que a população possa participar ativamente da iniciativa.

“Estamos montando kits para que as pessoas possam confeccionar suas próprias máscaras, em casa. Além de gerar engajamento da população, inclusive uma diversão consciente para quarentena, as pessoas se ocupam, participam e protegem sua família”, conta André.

Kits para produzir máscaras de tecidos são distribuídos gratuitamente por projeto em Nova Friburgo, no RJ — Foto: Ádison Ramos/Inter TV RJ

Kits para produzir máscaras de tecidos são distribuídos gratuitamente por projeto em Nova Friburgo, no RJ — Foto: Ádison Ramos/Inter TV RJ

No kit é possível encontrar todo o material necessário para a produção das máscaras (tecido e elástico), além de instruções de como fazer a peça e um molde.

“Com os kits, vamos conseguir gerar uma produção em escala através da própria população. A ideia é que todos estejam engajados, os empresários com a doação de material e os friburguenses com a produção de suas próprias peças. É um projeto de toda Nova Friburgo”, afirma André Montechiari.

A distribuição das máscaras é feita por voluntários da Cruz Vermelha.

Os primeiros a receberem as peças são idosos de comunidades carentes do município. Com o novo projeto e a produção em larga escala, o objetivo, segundo André, é chegar a produção de 200 mil máscaras de tecido.

Uso das máscaras de pano

A Sociedade Brasileira de Infectologia (SBI) emitiu uma nota informando que as máscaras de pano podem diminuir a disseminação do novo coronavírus por pessoas assintomáticas ou pré-sintomáticas.

Segundo a entidade, as máscaras são uma barreira mecânica para evitar que as gotículas da fala, tosse ou espirro atinjam outras pessoas ou superfícies – mas não evitam que a pessoa com a máscara se contamine.

Por isso, é necessário seguir com as medidas de distanciamento social, higienização das mãos e evitar tocar olhos, bocas e nariz. O uso de máscaras caseiras é uma alternativa para a população em geral. No caso de profissionais de saúde, é imprescindível o uso de máscaras cirúrgicas, afirma a SBI.

Open chat
1
Olá!
Posso te ajudar?